Em uma tentativa de conscientizar a população brasileira que tão pouco estuda sua própria história e lê, chegando a cair em conto do zap da tia Neide, de que uma ditadura pode ter sido algo bom, a editora Boitempo decidiu conceder desconto em todos seus e-books sobre o golpe militar de 1964 no Brasil.

A atitude vem em resposta ao presidente Jair Bolsonaro que chegou a sugerir que quartéis pelo Brasil comemorem a data, celebrando o regime que matou e torturou inocentes e censurou denúncias contra o governo, a liberdade da imprensa e dos artistas por mais 2 décadas no Brasil.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Por apenas R$ 9,90 todos os e-books sobre o assunto podem ser adquiridos no site da editora até o dia 5 de abril. Entre os livros está O Que Resta da Ditadura, organizado por Edson Teles e Vladimir Safatle e que ganha agora versão digital (a foto acima integra o livro e mostra a repressão ao Dia Nacional de Luta, em 23/8/77). Há também mini-ebooks a R$ 1,99: Tortura e Sintoma Social, de Maria Rita Kehl, e 1964, de Paulo Arantes. Algumas obras físicas também terão até 50% de desconto.

Policiais agredindo gratuitamente a população nas ruas durante a Ditadura.

De olho no movimento, outras editoras também se prepararam sobre o assunto. Amanhã, dia 2, Eduardo Reina lança no Maria Antonia, Cativeiro Sem Fim – A História de Bebês, Crianças e Adolescentes Sequestrados pela Ditadura Militar.

VEJA TAMBÉM:  Covid-19: prefeito de cidade em SC quer tratar população com ozônio por via anal

O jornal Estadão também preparou uma lista com 36 livros sobre o golpe militar. Confira aqui.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).