Um casal de lésbicas universitárias da faculdade de Antropologia da Universidade de Brasília (UNB) foi agredido por um grupo de sete pessoas durante um happy hour no Câmpus Darcy Ribeiro.

O motivo? Homofobia. Elas estavam caminhando de mãos dadas, segundo informações são da Revista Forum.

Após o acontecido, o Departamento de Antropologia da UNB divulgou nota lamentando o ocorrido e dizendo repudiar atos de violência, estando empenhado em lutar contra o preconceito dentro e fora da Universidade.

“Nós nos solidarizamos com as estudantes e incentivamos que sejam feitas denúncias de atos de intolerância e violência. Reiteramos que a universidade é um espaço aberto e de liberdade e deve seguir sendo. Nosso esforço tem que ser por desfazer a violência no seu âmago”, afirmaram na nota.

Veja a nota na íntegra:

O caso está sendo acompanhado por docentes da instituição. Relatando traumas, as duas alunas agredidas decidiram não se pronunciar e tiveram, assim como os agressores, o anonimato garantido pela justiça.

A direção do Instituto de Ciências Sociais da instituição também se manifestou em apoio às alunas agredidas: “Tais atos não podem ser tolerados e nos empenharemos para evitar que se repitam”, declarou em nota.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).