O governo da Polônia deve proibir que homossexuais adotem filhos no país. O veto ocorrerá mesmo quando se tratar de um gay solteiro. A nova lei foi anuncia pelo partido nacionalista governista que utiliza de discursos anti homossexuais para guiar sua plataforma política. As informações são do UOL.

“Estamos preparando uma mudança pela qual (…) pessoas coabitando com uma pessoa do mesmo sexo não poderiam adotar uma criança, então um casal homossexual não poderá adotar uma criança”, declarou o vice-ministro da Justiça, Michal Wojcik.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Polônia proibirá que homossexuais adotem filhos
Polônia proibirá que homossexuais adotem filhos (Foto: Pixabay)

A medida deve acirrar ainda mais os ânimos entre a Polônia e a União Europeia. O bloco econômico  defende que os direitos da população LGBTQIA+ devem ser respeitados por todos os países membros. O país classifica os homossexuais como uma ameaça a sua cultura católica. Wojcik disse que o objetivo da medida é proteger as crianças: “Trata-se da segurança da criança, de seu bem-estar”, defendeu.

VEJA TAMBÉM:  OAB informa que vai apurar post de pastor André Valadão sobre gays

O anúncio da proibição de adoção aconteceu horas antes de membros do Parlamento Europeu anunciarem uma resolução de proteção a direitos da população LGBT. A resolução foi vista como uma atitude direta contra as políticas adotadas pelo governo polonês.