Tanya Granic Allen, uma política da ala conservadora do Canadá (felizmente lá eles é que são minoria!) concorria atualmente por uma cadeira no legislativo do país.

Seu partido, o centro-direita conservador Ontario PC, liderado por Doug Ford, se recusou inicialmente a expulsá-la do partido após serem descobertos tweets antigos da candidata, que faziam afirmações como: “Tentar empurrar educação sexual goela abaixo de nossas crianças e falar em casamento gay, sinceramente, é algo que me faz querer vomitar! Não consigo acreditar!”

Sem medo de passar vergonha, em outro post ela ainda disse: “Como pode? 20 anos atrás estávamos nos liberando do comunismo e agora estamos nos abraçando em valores e ideais que os comunistas teriam?”, disse ela do alto de sua completa ignorância.

Após os tweets viralizarem e alcançarem os assuntos mais comentados das redes sociais do país, seu partido acabou cedendo à pressão e a expulsou da legenda. Isso mesmo, mesmo os conservadores no Canadá são tão escrotos, que sonho de país!

Procurado, Eric Lorenzen, representante da frente conservadora gay (???) LGBT do Canadá, afirmou à imprensa: “Ela sempre fez afirmações polêmicas, não é segredo. Assumo que nosso partido deveria ter votado com mais cuidado em quem nos representaria.”

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).