A Decradi, Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância do Rio de Janeiro, recebeu na última terça-feira (5) um treinamento da ONG Amizade Rio LGBT para saberem lidar melhor com a população de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros.

A capacitação faz parte do programa Rio Sem Homofobia da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Embora todas as delegacias possam atender crimes relativos a racismo ou LGBTFobia, o Decradi é especializado nisso e foi criado principalmente por ainda existir muita ignorância na área da segurança pública quanto a estas questões específicas que infelizmente motivam muitos crimes por discriminação no país.

O delegado do Decradi, Gilbert Stivanello, falou sobre a iniciativa: “Estamos lidando com populações que já chegam aqui vulnerabilizadas. Precisamos que na delegacia, este cidadão não se sinta ainda mais discriminado ou maltratado, mas sim acolhido”.

VEJA TAMBÉM:  Marca de kimonos lança faixa “arco-íris” pra ajudar ONG LGBT

No treinamento, policiais aprenderam termos como identidade de gênero, orientação sexual, como tratar corretamente travestis, homens trans e mulheres trans, e ainda, de que forma a homofobia e transfobia motivam estes crimes de ódio.

Em 2018, o programa Rio Sem Homofobia atendeu 213 vítimas de discriminação por LGBTFobia na cidade do Rio. Os casos envolvem agressões verbais e físicas, além de discriminações e ameaças de homicídio em locais como escola, trabalho, órgãos públicos e redes sociais.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).