A Câmara dos Deputados do Uruguai aprovou na última sexta-feira (19), por 62 votos a favor dentre 88 no total, a Lei Integral para Pessoas Trans.

A medida é um conjunto de benefícios garantidos por lei para pessoas trans, afim de se incluir essas pessoas na sociedade e combater a discriminação, dando mais acesso a moradia, garantia de direitos, trabalho e dignidade.

A proposta facilita processos de troca de nomes e gênero nos documentos e obriga os poderes Legislativo, Executivo e Judicial, além do governo e entidades autônomas e repartições públicas, a destinar pelo menos 1% de suas vagas de emprego para esta parcela ainda tão marginalizada da população.

Junto a isso, o Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional do Uruguai deve determinar uma cota de pelo menos 1% de seus programas de capacitação profissional para pessoas trans.

A deputada Manuela Mutti, da Frente Ampla, afirmou que a aprovação faz com que o Uruguai avance não apenas “em direitos, em democracia, mas também nas possibilidades de realmente ter uma sociedade mais participativa e mais justa”.

Ela finalizou seu discurso lindamente afirmando: “Embora todos nós tenhamos direitos desde que nascemos, com o passar do tempo se conhece o país real, o país legal, e então nos damos conta que ainda há um caminho muito longo para percorrer e que necessitamos legislar mais pontualmente em certas situações. Esta população tem permanentemente os direitos violados, e não deveria ser assim”.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).