Dois pais gays foram quase à falência depois da mulher que fazia sua barriga se recusar a entregar suas filhas gêmeas, a menos que lhe dessem mais dinheiro que o combinado.

Steven e Marc Winchester-Horscraft, de Shropshire, na Inglaterra, acabaram contraindo uma dívida de 43 mil libras, ou mais de 200 mil reais, em uma amarga batalha legal pelos recém-nascidos, que enquanto isso lutavam por suas vidas na encubadora.

Depois de pagar as despesas de gravidez da barriga de aluguel na íntegra, que totalizaram quase 17 mil libras (ou mais de 100 mil reais) devido ao nascimento das filhas gêmeas, eles alegam que o namorado da mulher que cedeu a barriga de aluguel exigiu mais 3 mil libras antes de ela assinar a entrega aos pais.

Ao avisarem que não poderiam pagar além do combinado previamente, a barriga de aluguel mandou então uma mensagem os chantageando, ameaçando não colocar Steven – o pai biológico do casal gay – na certidão de nascimento da criança. Ela se recusou a entregar a responsabilidade aos pais que pagaram pela geração da criança além de ceder o espermatozóide. Ela ainda disse que daria novos nomes aos bebês e diria que seu namorado era o pai.

Marc e Steven já tinham um filho anteriormente e estavam estavam animados para aumentar sua família. O casal teria tido um bom relacionamento com a mulher até este ponto, tendo sido amigos dela até antes da gravidez iniciar.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

A gestação ocorreu sem problemas até agosto de 2019, quando a barriga de aluguel entrou em trabalho de parto com 28 semanas. Segundo Steven, este foi “apenas o começo de um longo e doloroso pesadelo”.

As bebês nasceram prematuras e correndo risco de vida.

“Uma noite, quando chegamos em casa, visitando nossas garotas, o namorado dela veio até nossa casa pedir mais dinheiro”, disse Steven.

“E não tínhamos mais! Gastamos praticamente todas as nossas economias comprando tudo para os recém-nascidos”, explicou ele.

Quando eles se recusaram a dar-lhe o dinheiro adicional, a barriga de aluguel simplesmente impediu Steven e Marc de ver os bebês ou receber qualquer informação sobre seu bem-estar.

“Imagine não poder saber nada sobre seus filhos recém-nascidos prematuros. Nesse ponto, eles estavam sendo extremamente maus! Sequer sabíamos se as gêmeas estavam vivas”, contou a vítima.

Sentindo-se “perdidos e aterrorizados” com a perda de suas filhas recém nascidas, o casal desesperado iniciou uma ação legal e foi forçado a contrair empréstimos de até 26 mil libras para cobrir os honorários dos advogados.

Felizmente ambas já se encontram com seus pais (infelizmente endividados) e fora de perigo.

Eles passaram por várias audiências antes que os testes de DNA finalmente confirmassem que Steven era o pai. Então finalmente se reuniram com suas filhas seis semanas depois de todo este terror.

Segundo o The Mirror, Agora o casal ficou com uma dívida enorme que passa de 43 mil libras. Ele iniciaram uma vaquinha online no GoFundMe para ajudar a pagar os custos.

“Devido às ações de nossa barriga de aluguel, não conseguimos aproveitar o tempo que passamos com nossas meninas. Ambos temos que tentar trabalhar o máximo possível para nos equilibrar e nos tirar dessa espiral descendente. Ficaremos eternamente gratos por qualquer ajuda”, disse Steven à imprensa.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).