Uma ativista conservador foi filmado dizendo a um pai gay que seus filhos provavelmente sofrerão “danos emocionais”. Os formadores de opinião homossexuais Christian Newman e Mark Edwards, que vivem em Avondale, Nova Zelândia e têm um filho, Francis, compartilharam um vídeo de um encontro com um ativista do Partido Conservador de direita.

Na discussão de dez minutos postada no Instagram do casal e noticiada no Pink Nwes, no domingo (11 de outubro), a ativista insistiu que as escolas deveriam apenas ensinar a “norma tradicional” de que as famílias tenham mãe e pai, para evitar que as crianças se tornem “sexualizadas desde muito jovens era.”

View this post on Instagram

Dear Frankie, Today when we visited the markets, we stopped to ‘discuss’ the policies of a political party running for Government in NZ. Their policies are harmful to the LGBTQI community and they also want to remove the right to have the choice for a woman to have an abortion. I wanted to discuss their policies to understand where they’re coming from, and of course to educate this campaigner from a different point of view. The conversation certainly left many points untouched and watching this back I have so much more to say on both LGBTQI being included in schools, and Abortion. I’m going to continue to do some more learning, so next time I’m better educated and can have a more constructive conversation. I got a bit riled up…the security guard actually came over 😳. Everyone has the right to their own beliefs and opinions. But I do not believe that anyone should impact on how other people live their lives. Everyone should be given the right to make the choice and not have that choice taken away from them. Hoea tō waka, mahia tāu mahi.
Go for it, you do you. Love is love! Love from your dads xx #politics #LGBTQI #abortion #righttochoose #haveaconversation

A post shared by Mark, Christian & Frankie (+🐶) (@lovefromyourdads) on

A mulher insistiu: “Nós simplesmente acreditamos que o melhor resultado para os filhos é a mãe e o pai”. Desafiada por suas crenças, ela continua que “viu o vídeo dos Gayby Babies”, uma aparente referência ao documentário de 2015 sobre pais do mesmo sexo, continuando: “Eles têm pais amorosos, mas têm algumas lacunas… eles têm um sentimento emocional saudade de um pai ou de uma mãe”.

Pai gay fala sobre filho e família

A mulher afirmou que os gays não deveriam se casar porque eles nunca podem ser verdadeiramente realizados sexualmente – o que não é tradicionalmente conhecido como uma grande barreira para os casamentos heterossexuais.

Escrevendo no Instagram, Newman disse: “Hoje, quando visitamos o mercado, paramos para‘ discutir ’as políticas de um partido político que concorre ao governo da Nova Zelândia. “Suas políticas são prejudiciais para a comunidade LGBT+ e eles também querem retirar o direito de ter a opção de uma mulher fazer um aborto”, disse o pai gay.

“Eu queria discutir suas políticas para entender de onde vêm e, claro, educar esse ativista de um ponto de vista diferente. A conversa certamente deixou muitos pontos intactos e, observando isso, tenho muito mais a dizer sobre a inclusão de LGBT+ nas escolas e [a política do partido sobre] o aborto.”

Ele continuou: “Todos têm direito às suas próprias crenças e opiniões, mas não acredito que alguém deva impactar a maneira como as outras pessoas vivem suas vidas. Todos devem ter o direito de fazer a escolha e não ter essa escolha tirada deles”.