O portal norte-americano Queerty divulgou uma notícia no mínimo curiosa, pra não dizer revoltante.

Acontece que um padre católico da Pensilvânia está sendo acusado de roubar mais de 90 mil doláres de sua igreja para pagar por uma luxuosa casa de praia, namorados e outras despesas pessoais.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Os detetives do condado de Chester começaram a investigar Joseph McLoone, de 58 anos, há mais de um ano. Ele estava na igreja desde 2010, e a Arquidiocese de Filadélfia conduziu uma investigação interna sobre McLoone em 2017.

Investigadores afirmam que Joseph abriu uma conta bancária secreta em 2011 e desviou doações paroquiais para essa conta além de outros fundos da igreja.

Ele utilizava essa conta para pagar jantares caros, despesas de viagem, uma casa de praia em Ocean City, Nova Jersey, múltiplas compras online e até uma conta premium do Grindr (aplicativo de pegação gay).

Quando confrontado pela Arquidiocese de Filadélfia, o padre admitiu pagar por “relacionamentos pessoais” com homens usando fundos da igreja. Ele foi colocado em licença administrativa e agora enfrenta 18 acusações, incluindo várias acusações de roubo e outros crimes.

VEJA TAMBÉM:  Eminem diz que está usando até o Grindr pra encontrar um amor

Joseph McLoone, foi preso essa semana e está sob fiança de 50 mil dólares.
Ele se recusou a comentar sobre o assunto.