A drag queen Pabllo Vittar se pronunciou sobre o recente boicote que está sofrendo o clipe do hit Parabéns no Youtube.

O Conar seria o responsável pela restrição que impôs à plataforma colocar o vídeo como impróprio para menores de 18 anos.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

A justificativa alegada? Ter uma cena onde aparece a bebida Skky Vodka, que patrocina o clipe. Segundo o Conar, clipes onde se vê bebida e há patrocínio de marcas do tipo, devem ser restritos para menores de 18 anos.

Acontece que há uma imensidão de artistas no Youtube que tem clipes com bebidas e patrocinados por bebidas, onde não há qualquer restrição ao conteúdo ou exibição. Maiara e Maraísa, Gusttavo Lima, Kondzilla, pra citar apenas alguns.

Em suas redes sociais, Pabllo se pronunciou: “Sofremos uma restrição de idade no clipe porque estou lá segurando um copo de vodka, sendo que já diz no clipe “Beba com moderação”, diz Pabllo.

VEJA TAMBÉM:  Com local, Pabllo Vittar confessa que usa aplicativos de encontro

“Foram dias pra fazer esse projeto, dei duro. E sabemos que há muitos clipes com conteúdos muito mais nocivos e explícitos no Youtube. Nenhum deles é banido, nenhum é restrito, sequer são lembrados… Mas atacam a drag queen a torto e a direito!”, desabafou a artista.

Ao final, Pabllo fez um apelo para, querendo a Censura ou não, vittarlovers façam de Parabéns algo que já é seu destino: ser o hit do Carnaval 2020.

A cantora ainda afirmou que irá recorrer da decisão na justiça para trazer de volta seu clipe para que todos possam assistí-los: “Pra que todos possam ver! Não há nada de mais lá que não tenha em nenhum outro clipe neste país!”.

Assista abaixo aos Stories onde Pabllo se pronunciou:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).