Em uma conquista histórica, a travesti Dani Veyga conseguiu emitir seu registro da OAB no Mato Grosso. Seu nome social consta no registro, que respeita seu gênero.

Se trata de uma conquista histórica porque a população trans ainda é extremamente marginalizada, sofrendo pra conseguir oportunidades e colocação profissional.

Muitas vezes expulsas de casa e sendo vítimas de evasão escolar pela constante falta de respeito e violência com as quais são tratadas, maior parte das mulheres trans e travestis acabam não tendo outra alternativa de vida senão a prostituição. Estima-se que 90% desta população esteja nestas condições de vida.

Dani Veyga é simplesmente a primeira travesti a conseguir tal feito na Ordem dos Advogados do Brasil do Mato Grosso. EM 2018, a região Centro Oeste do Brasil era a única sem emissões de nomes sociais no registro da OAB. Agora, graças ao empenho de Dani, podemos dizer que há pessoas trans com OAB em todas as regiões do país!

Dany Veiga e sua OAB. (Foto: Reprodução / Twitter)
Dany Veiga e sua OAB. (Foto: Reprodução / Twitter)

Em seu Twitter, ela comemorou a conquista: “Hoje eu me tornei a PRIMEIRA TRAVESTI a ser inscrita na OAB do meu estado Mato Grosso.”

O post foi curtido mais de 90 mil vezes e entre os internautas a imensa maioria de respostas é de apoio e parabéns à Dani. E ficam aqui os nossos!

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).