Escrito pelo psicólogo Alexandre de Souza Amorim, o livro “O Cavaleiro e o Lobisomen – Uma História de Coragem” nasceu da nasceu da necessidade de um pai querendo mostrar mais representatividade a sua filha.

Há dois anos, Amorim e o marido adotaram a recém-nascida. “Desde bebê nossa filha sempre teve contato com livros. Livros travesseiros, livros brinquedos, livros de banho, livros com pequenas histórias. Hoje ela está com dois anos e eles são uma das grandes paixões dela e os “livrinhos”, como ela os chama carinhosamente, você encontra por todos os cantos da nossa casa”, conta Amorim.

Segundo ele, com todo esse amor da filha pelos livros, o casal começou a procurar livros infantis que representassem sua família: “Infelizmente no Brasil há um número muito pequeno dessas publicações”, disse ele.


Assista também:


Foi então que veio a ideia: “Certo dia quando eu estava conversando com outro casal gay, que também são papais, se queixaram da quase inexistência de livros com personagens LGBTQI+ no Brasil. Eu sou pai e também psicólogo, e sei da importância da representatividade das nossas famílias como armas importantes na luta contra a homofobia e a violência de todos tipos. Então decidi escrever um conto de fadas porque eu realmente quero que minha filha cresça em um mundo com menos diferenças e mais amor”.

Assim nasceu o livro infanto-juvenil “O Cavaleiro e o Lobisomem – Uma História de Coragem”, que conta a história do jovem Kevin, que sonha em se tornar um cavaleiro de seu reino.

Atendendo um pedido do rei, ele sai em busca dos  filhos da alteza, a princesa e o príncipe Noah.

À certa altura, o rapaz se depara com um lobisomem. Logo, ele descobre que a criatura nada mais é do que o próprio príncipe. Os dois irmãos fugiram de casa por medo que o Rei não aceitasse o príncipe do jeito que ele é. Príncipe, princesa e Kevin, então, fazem o caminho de volta para o castelo em meio a muitas aventuras. Nasce entre Noah e Kevin então, admiração, amizade e depois, amor.

Escrita de forma simples e sutil, a obra aborda pluralidade e diferenças sem abrir mão do amor, que permeia as relações humanas. “Estou muito feliz por esse sonho se tornar realidade. E fico mais feliz em saber que minha filha e outras crianças podem ter um livro que, se seus pais assim julgarem, pode servir como uma porta de entrada para conversar sobre preconceitos e diferenças. Amor é amor. E o amor é uma coisa linda”, conclui Amorim.

Se interessou por um exemplar? Quem quiser adquirir uma exemplar do livro O Cavaleiro e o Lobisomen – Uma História de Coragem acesse aqui o site da editora.