Se você ainda não assistiu a nova série dramática da Netflix, Elite, assista. Muito além de mais uma obra que se passa em um colégio de adolescentes, a série trata de temas tabús (xenofobia, homofobia, privilégios, pobreza, hipocrisia, privilégios, etc) de maneira única e tem um roteiro de te prender do primeiro ao último episódio.

Eis que a gigante do streaming postou em seu Instagram uma foto de um dos casais da obra, Ander e Omar, ou como os fãs se referem ao OTP: #Omander.

“A única coisa que quero é ficar com você. #Omander”, escreveu a Netflix na legenda.

Além de milhares de fãs elogiando a foto, é claro que algum homofóbico – pouco seguro de sua própria sexualidade pra se incomodar desse jeito com vida alheia – ia sair do bueiro pra vir reclamar…

“Sai fora do meu Instagram!! Nem todo mundo neste planeta é gay!! Vocês já estão exagerando!!”, escreveu o recalcado.

Sempre certeira nas respostas em suas redes sociais, a Netflix não hesitou e mandou na lata uma resposta lotada de emojis de arco-íris escrito no meio deles: “Desculpe, não consegui ler seu comentário no meio de tantos arco-íris maravilhosos!”

A resposta teve mais de 18 mil likes, deixando o homofóbico no chão.

Quem quer que cuide das redes sociais da Netflix, merece um aumento! Lembrou até o episódio acontecido no Brasil, do fora dado pela empresa a um dos filhos de Jair Bolsonaro, quando este sugeriu que haveria interesse por uma série sobre seu pai.

Assista também:

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).