Kydus Zellinger, um jovem de 18 anos que vive no Reino Unido, na cidade de Bristol, e se identifica como gênero fluido (não necessariamente homem e nem mulher, aderindo elementos de ambos os gêneros) estava no ônibus tranquilamente quando um rapaz se aproximou e começou a gritar: “Seu viadinho de merda! Quem você acha que é pra fazer isso?”, assustando não somente a vítima como os passageiros ao redor.

Depois de mais ofensas, Kydus continuou sem palavras e o LGBTfóbico partiu pra agressão física o atingindo com socos e deixando seus dois olhos roxos e um hematoma atrás da cabeça.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Kydus deu queixa do acontecido na polícia, que foi categorizado como crime de homofobia motivado por ódio a orientação sexual e/ou identidade de gênero.

VEJA TAMBÉM:  Homem bissexual relata como é sofrer bifobia após encontro

Segundo informações do Pink News, o agressor foi condenado e aguarda sair sua sentença.

“Essas coisas não podem ficar impunes ou serem ignoradas. O que aconteceu comigo não é certo e há muitos que passam coisas até piores”, disse Kydus.

E concluiu com muita sensatez: “O ataque não vai me fazer deixar de ser quem sou. Continuo assim com orgulho. Estes homofóbicos que se acostumem que estamos sim por aqui e existimos!”.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).