Um músico que tocava órgão em igrejas irlandesas foi demitido após se casar com seu namorado.

O organista – que não quis revelar sua identidade – foi “convidado a se retirar” da Igreja Paroquial Drumcliffe e da Igreja Munninane, ambas localizadas no Condado de Sligo, no oeste da Irlanda.

Ele alegou que foi demitido do cargo pelo Reitor, Isaac Hanna, por ter se casado com o namorado em uma cerimônia civil em 27 de outubro. Segundo o músico, a notícia da demissão veio no dia 11 de outubro, quando Isaac visitou sua casa somente para dizer que estava desconfortável em mantê-lo na Igreja após o casamento. As igrejas agora está usando músicas pré-gravadas.

Segundo o jornal The Irish Times, a ação provocou uma carta poderosa redigida pela ex-educadora da igreja Annie West, que escreveu que condenou a demissão do homem e se mostrou indignada com toda a situação.

Em entrevista, Annie disse que a decisão foi tomada “unilateralmente”, que congregação local não foi consultada e ainda apontou que o músico era “um dos servos mais fiéis, gentis e generosos da igreja” e não merecia ser discriminado “de uma maneira tão inexplicavelmente cruel“.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Ele tocou domingo após domingo, funerais, casamentos e ocasiões especiais, enquanto reitores iam e vinham, morriam, se demitiam ou se aposentavam”, disse ela.

Quando era diretora da igreja, Annie conta que ouvia o organista tocar e praticar durante horas: “Ele me disse que sempre sentiu que poderia melhorar e que a prática leva à perfeição“, contou ela, que finalizou dizendo que tem orgulho de chamar o músico e seu marido de amigos.