Simon Elgy, de 37 anos, foi condenado a indenizar uma mulher trans que ele xingou em um aeroporto de Londres.

Além do assédio moral e constrangimento público, o crime foi agravado devido às ofensas serem de teor transfóbico.

O juiz Andy Tonks ordenou que Elgy pagasse 400 libras em indenização à mulher, além de também ser condenado a pagar mais 85 libras dos custos judiciais do processo.

De acordo com o Pink News, a condenação ocorreu em um momento que a Grã-Bretanha observa um aumento no número de casos envolvendo violência contra LGBTs. Apenas no ano passado, os relatos de transfobia aumentaram 37%. Desse número, 27% foram crimes violentos e 24% foram perseguições e assédios.

Em comparação, de 2018 a 2019 foram registradas 2300 denúncias, número quatro vezes maior do que o de 2014 a 2015 apresentou (607).