Mounir Mahjoubi, um dos ministros da França, revelou que é gay. Ele usou o dia 17 de maio – Dia Internacional de Luta Contra Homofobia – para comunicar publicamente sua orientação sexual.

Aos 34 anos e responsável pelo Ministério Digital do país, Mounir afirmou que sentiu que tinha que sair do armário publicamente por uma questão visibilidade.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“A homofobia ainda nos segrega e atrasa como sociedade. Invade escolas, envenena famílias e nos faz perder amigos. Acredito que minha postura possa ajudar a muitos que ainda tem medo de serem quem são.”, disse ele em entrevista à rádio Franceinfo.

E continuou: “Temos que lembrar as consequências da homofobia na vida cotidiana, principalmente para os jovens. Também teve consequências para mim”.


Veja também:


Mounir Mahjoubi é francês e filho de imigrantes marroquinos. De origem muito pobre, ele conseguiu crescer e se tornar um empreendedor de tecnologia de sucesso.

VEJA TAMBÉM:  Líder gay da Irlanda, Leo Varadkar, deve deixar comando do país com novas eleições

A notícia vem em um momento necessário. A Associação SOS Homophobie da França registrou aumento de 15% nos casos de agressões a homossexuais entre 2016 e 2017.

O casamento homoafetivo é legalizado desde 2013 no país, que atualmente felizmente também conta com um presidente liberal e bastante pró-diversidade, Emmanuel Macron.

Hétero, casado, bem resolvido e aliado da causa LGBT, o presidente francês já foi chamado por um jornal russo de “gay psicopata” por suas declarações pró-LGBT ao estampar orgulhosamente a capa da revista gay francesa.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).