Ricky Garcia, integrante da boyband Forever in Your Mind e ex-participante do X-Factor dos Estados Unidos abriu uma ação contra seu empresário e outros executivos de Hollywood afirmando que foi abusado sexualmente.

Forever in Your Mind

Em uma ação movida na última terça-feira (10) no Tribunal Superior de Los Angeles, o jovem de 20 anos alega que os assédios e abusos sexuais começaram quando ele tinha apenas 12 anos de idade.

Ricky, que também participou da série “Best Friends Whenever“, do Disney Channel, cita no processo seu ex-empresário Joby Harte. Segundo ele, Harte o estuprou e o agrediu sexualmente diversas vezes durante a adolescência e ainda o “treinou” para ser um “brinquedo sexual que poderia ser usado por amigos (de Joby) da industria“.

Em entrevista ao TMZ, Ricky Garcia contou que Joby Harte o convidou para uma “sessão de composição” de duas noites em 2014 na Ilha Catalina. Uma vez na ilha, o ofereceram tequila e vodka e ele desmaiou. Quando acordou, percebeu que estava nu na cama de Harte.

Em depoimento, o cantor também contou que em seu aniversário de 17 anos, Harte entrou com ele no chuveiro de um hotel e o “forçou a masturba-lo”. Questionado sobre o motivo de não ter denunciado os abusos antes, Rick disse que tinha medo que as acusações impactassem negativamente sua carreira.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Outro nome citado no processo é o ex-agente da Agência de Artes Cênicas, Tyler Grasham. O cantor o acusa de assédio sexual.

Em 2017, Tyler foi denunciado por diversos jovens exatamente por má conduta sexual e demitido logo em seguida da agência.

Nenhum dos denunciados se pronunciou até o momento sobre o caso.