Dois médicos ingleses foram afastados de suas profissões depois de removerem a vagina de um homem trans sem seu consentimento. O caso aconteceu no Reino Unido. As informações são do Uol.

Jornais britânicos contam que o médico Marco Capece adulterou um formulário para comprovar o consentimento da vítima e Giulio Garaffa realizou a cirurgia.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O paciente, que não teve seu nome divulgado, havia autorizado apenas dois procedimentos menores e só descobriu que sua vagina havia sido retirada dias depois.

A vítima ficou consternada e disse que a cirurgia teve um “impacto profundo em todos os aspectos de sua vida, incluindo seu bem-estar mental”.

A transição de gênero do paciente se iniciou em 2013. Garaffa foi suspenso pelo conselho médico do Reino Unido por cinco meses, enquanto Capece não poderá exercer a sua profissão por um ano.

VEJA TAMBÉM:  Aluno da UFRJ sofre homofobia por cursar urologia: "Viado não pode fazer!"
Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.