Maurício de Sousa esfriou as expectativas dos fãs LGBT do quadrinho brasileiro mais famoso no mundo. Em sua última entrevista para a Revista IstoÉ, o consagrado cartunista voltou a comentar sobre ter ou não personagem LGBTQ+ na Turma da Mônica.

Maurício deixou claro que não acredita que já seja o momento ideal para incluir um personagem do vale na turma mais amada da galera por uma questão social e de educação mesmo, mas acredita que um dia esse momento chegará.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O cartunista contou que o seu filho Mauro Sousa, que é assumidamente gay, já sugeriu a inclusão de um personagem LGBTQ+, mas Maurício de Souza diz que prefere “aguardar a sociedade tratar isso de mais maneira mais aberta, mas, por enquanto, sinto que ainda não é o momento”, afirmou. “Não tenho nada contra, o Mauro é uma maravilha, respeitoso e respeitado. O que interessa é que meus filhos encontrem seus caminhos e sejam felizes”, completou.

VEJA TAMBÉM:  Em homenagem à Ariel negra, Turma da Mônica transforma Milena em sereia

Maurício de Sousa já havia comentado antes o assunto

Essa não é a primeira vez que Maurício fala publicamente sobre ter um personagem LGBT na turma. Em março deste ano, em entrevista ao jornal Estadão, ele afirmou que a sociedade brasileira ainda não está pronta para o personagem (mais uma vez).

Nós, aqui no Estúdio, que fazemos história, não observamos anda uma transformação e uma aceitação geral desse tipo de comportamento que, para mim, é natural, embora muita gente não ache”, declarou Maurício de Sousa.