O canal de TV WJXT, da Flórida, sofreu críticas de telespectadores conservadores após exibir em um noticiário a cena do marinheiro Byan Woodington retornando pra casa e sendo recebido pelo seu marido, Kenneth Woodington com um beijo cinematográfico, transmitido com destaque pela reportagem do canal.

A emissora contou que muitos telespectadores reclamaram e postaram mensagens de ódio em suas redes sociais fazendo ameaças do tipo: “Nunca mais vou assistir vocês novamente!!” e “Pensei que vocês fossem um canal de família!!”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Um outro telespectador chegou a comentar: “Que triste um canal cair o nível mostrando um beijo gay em um programa de notícias!”, enquanto um outro disse: “Como vou explicar aos meus filhos dois homens beijando?” (Dois homens que se amam, simples amor!).

VEJA TAMBÉM:  Em aniversário de Ludmilla, esposa reflete sobre o alívio do casal agora viver fora do armário

Ao contrário da meia dúzia de telespectadores frustrados com sua própria felicidade e sexualidade reclamando do beijo, as pessoas que testemunharam a cena ao vivo, em sua maioria, ovacionou o casal. O mesmo se observou nas redes sociais.

O casal Bryan e Kenneth.

Os maridos ficaram longe por quase um ano e não pensaram duas vezes ao se reencontrarem depois do tempo que passaram longe um do outro.

Sobre a onda de ódio das mensagens, eles parecem nem se importar. E estão certíssimos.

À reportagem, Bryan comentou: “Eu estava tão feliz, mal podia esperar por esse dia! Saí do navio correndo, larguei tudo! Sabia que ia pegá-lo de jeito!”.

Assista abaixo a reportagem que mostra o beijão apaixonado dos dois no reencontro e também comenta as mensagens de ódio recebidas pela emissora:

VEJA TAMBÉM:  Assim nasceram os gays: Cher e Meryl Streep se beijam na estreia de Mamma Mia
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).