Um dos únicos atores assumidamente gays de sua geração, Ian Mckellen falou sobre o preconceito que ainda enfrentam em Hollywood, os atores e atrizes que decidem sair do armário.

Curiosamente, também nesta semana, quem falou sobre o assunto foi o galã da geração atual e também abertamente gay, Colton Haynes.

Em entrevista a revista Time Out, Ian, que já interpretou grandes papéis no cinema, como o Gandalf na triologia O Senhor dos Anéis e O Hobbit, não teve papas na língua e falou honestamente sobre o que pensa da relação da indústria do entretenimento em relação aos LGBT.

O entrevistador o lembrou da notícia de que o personagem Dumbledore de Harry Potter, embora seja gay conforme confirmou a criadora da saga, JK Rowling, não será “explicitamente” gay no filme Animais Fantásticos. Ou seja, mesmo sendo gay, o assunto sequer aparecerá – mesmo em pano de fundo – em qualquer segundo do filme.

“Não é uma pena?”, respondeu McKellen. E continuou: “Ninguém olha pra isso em Hollywood, somos tratados com menosprezo, marginalizados”.

(continua abaixo)


Veja também:


E não apenas LGBTs, mas outras minorias, lembrou o ator: “Só recentemente descobriram que existem atores negros no mundo! Hollywood também já maltratou mulheres de todas as maneiras possíveis ao longo da história. E gays, os que se assumem, mal sobrevivem, ainda que na realidade, mais da metade de Hollywood seja gay!”

As falas de Ian McKellen não são meras opiniões e podem ser comprovadas por um estudo recente do GLAAD, que mostrou que apenas 14 grandes filmes de 2017, dentre centenas, tinham algum personagem LGBT. O número ainda representa uma queda em relação a representatividade que tivemos em 2016.

Destes 14 filmes, 64% apresentaram homens gays enquanto outros personagens – lésbicas, pessoas de cor LGBT, bissexuais e transgêneros – ainda permanecem imensamente carentes de representatividade dividindo os 36% restantes da fatia.

Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).