O lutador profissional suíço Curdin Orlick revelou que é gay. Ele se abriu sobre sua sexualidade em entrevista à The Magazine, onde diz que sempre soube que era gay, tendo tomado consciência disso desde os 12 anos de idade.

Enquanto falava com a publicação, Orlick – que se tornou o primeiro atleta profissional gay abertamente gay da Suíça – disse: “Por muito tempo eu rejeitei quem realmente sou”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

E explicou: “Mas eu pensava: isso está errado, não pode ser. Ouvi coisas na escola [como] ‘seu porco gay’, ‘bicha’. Ou no futebol: ‘sai, veado!’.

A luta livre de swing é um esporte peculiar da Suíça e muito popular, com seus campeões se tornando nomes conhecidos. É um derivado da luta popular, onde os lutadores usam roupas especiais que permitem segurar e arremessar lutadores em um círculo coberto de serragem.

VEJA TAMBÉM:  “Deputados não podem criar lei pra proibir atletas trans”, garante Federação de Atletismo

Orlick – que tem um filho de dois anos, fruto do casamento que teve com uma mulher – também se abriu sobre as primeiras experiências de conhecer outros homens.

“Me sentia mal”, disse ele. “Achava que deveria ser hétero e viver sendo gay significaria ser infeliz. Conhecer homens gays bem resolvidos é duplamente difícil se você mantiver sua homossexualidade escondida. Você vive com medo de ser exposto.”

VEJA TAMBÉM:  Faça parte da delegação brasileira nos Gay Games Paris 2018

Felizmente deste problema ele não sofre mais, né? Muitas felicidades e bem vindo ao Vale, Curdin!

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).