O penta finalista do Campeonato Britânico, na modalidade Ginástica de Trampolim, Luke Strong, de 27 anos, saiu do armário como bissexual durante uma entrevista à BBC.

“Eu nunca escondi nada e sou realmente aberto sobre o fato de me sentir atraído por ambos os sexos, masculino e feminino, mas nunca estive em um relacionamento com nenhum deles”, afirmou, destacando que, embora essa tenha sido a primeira vez que falou publicamente sobre a orientação sexual, amigos e familiares já sabiam que o atleta é bissexual.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O ginasta ainda comentou sobre o bullying que sofria na escola, principalmente depois que entrou no mundo da ginástica. “Eu acho que, como a maioria das pessoas da comunidade LGBT+, crescer é sempre um pouco difícil. Especialmente vestindo um collant e fazendo ginástica”.

“Você tem que ficar ouvindo os comentários típicos de ‘você é uma fada’ e as piadas sobre ser gays e ‘ginástica é esporte de meninas’. Eu cresci na escola e, especialmente no ensino médio, ficou muito pior. Houve um período no 8° e 9° anos em que o bullying foi meio ruim. Eu realmente não falava sobre ser ginasta porque ficava envergonhado.”

VEJA TAMBÉM:  “Quero que vejam que é normal”, diz Anitta sobre bissexualidade

Luke relatou que o bullying melhorou quando os colegas de classe o viram atuando no trampolim e começaram a “respeitar” mais o esporte.

O atleta explicou que até hoje ainda precisa lidar pelas redes sociais com a LGBTfobia de alguns “trolls”, mas que procura não pensar nisso. “Isso não me incomoda: sinto pena de pessoas assim, que têm uma mente fechada e ainda acham ofensivo ser chamado de gay – porque não é”, afirmou.

Além de campeão britânico, Luke também é vice-campeão mundial de ginástica de trampolim e ganhou o bronze individual no Campeonato Europeu de 2014.

View this post on Instagram

🐢

A post shared by LukeStrong (@luke_strong2) on