Desde o fim de 2018, Jefferson Anderson Feijó da Cruz, de 22 anos, está internado no hospital. O motivo? Homofobia. Jeff foi espancado, estuprado e apedrejado durante uma festa em sua cidade natal, Moreno, na região metropolitana de Recife.

O autor do crime já está preso, felizmente, mas Jefferson ainda precisa de muitos tratamentos, pois o espancamento deixou diversas sequelas. Maria do Céu, ativista pelos direitos LGBTQ+ em Pernambuco, visitou Jeff e fez um apelo em suas redes sociais. Ela pediu para que seus seguidores colaborassem com uma vaquinha para custear a medicação que seu conterrâneo precisa para conseguir sua vida de volta.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Um Instagram chamado @lutecomoele foi criado para mostrar todos os desafios vivenciados por Jeff diariamente, e sua evolução através dos dias. O perfil também serve para encorajar denúncias de ataques homofóbicos, bifóbicos e transfóbicos.

VEJA TAMBÉM:  Senador russo diz que "ser contra crueldade com animais ainda vai nos levar a achar homossexualidade normal”

Clique aqui para doar e ajudar o Jeff.

VEJA TAMBÉM:  Secretário de Cultura se demite após Bolsonaro proibir filmes LGBTs: “Não aprovo censura!”
Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.