Um episódio revoltante despertou a ira do movimento Black Lives Matter em Nova York este semana.

Durante um protesto na cidade, Nikki Stone, uma mulher trans de apenas de 18 anos, moradora de rua, foi forçada a entrar numa van por policiais, que nem estavam fardados.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Uma confusão generalizada se iniciou, com pessoas tentando tirar ela das mãos dos policiais e eles ameaçando a utilizar ainda mais força.

O departamento de polícia de Nova York disse, em um pronunciamento no Twitter, que Nikki foi abordada e levada para custódia por “danificar câmeras de polícia durante cinco incidentes criminais dentro e fora do City Hall Park”.

Esses acontecimentos seriam mais de um dia antes do protesto, que reuniu cerca de 100 pessoas que buscaram pressionar a polícia a diminuir os gastos com a polícia e realocar o dinheiro em outros departamentos de segurança.

VEJA TAMBÉM:  O desafio diário dos jovens trans nas escolas brasileiras

Confira o vídeo:

Ativistas estão totalmente furiosos com a ação da polícia e publicaram o vídeo em vários locais, fazendo a mídia local repercutir muito o acontecimento, que viralizou nas redes sociais.

A polícia clama que quando a minivan apareceu, eles foram “atacados com pedras e garrafas”. Porém, nas filmagens, não dá pra ver nada disso.

A ação está mobilizando até políticos. Alexandria Ocasio-Cortez, grande representação democrática das minorias, disse que “não há desculpa por pegar uma mulher na rua e jogar ela dentro de vans não sinalizadas”.

 

 

 

Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.