Doroty, uma travesti paraibana, foi morta no domingo, 26, na cidade de Caaporã, no Litoral Sul da Paraíba. Haviam pelo menos 10 marcas de tiros no corpo dela. A polícia suspeita de três homens.

Juntamente com a vítima, foram encontrados nove embrulhos com cocaína. A investigação aponta que ela estaria utilizando a droga em um bar e que Doroty tinha envolvimento com tráfico de drogas.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O delegado Marcos Paulo, da Delegacia de Homicídios, disse que a investigação ainda está se iniciando e nada está sendo tratado como uma verdade absoluta. As informações são do Observatório G.

O assassinato de pessoas trans e travestis está se elevando em todo o mundo. Nos Estados Unidos, 2020 está batendo recordes. Só na semana passada, foram duas assassinadas num período de 48 horas.

 

Avatar
22 anos, geminiano, mineiro, jornalista formado pela UEMG. Apaixonado por música e artes de modo geral. Ex-bailarino na teoria mas danço nas festinhas bastante. Sonho em ser amigo da Rihanna e da família da Beyoncé. Provável futuro ex-bbb e quem sabe vencedor da Fazenda.