Segundo informações da BBC News, um homem colocou fogo na casa de uma mulher trans. O caso aconteceu na cidade de Sheffield, em South Yorkshire, na Inglaterra. Após o crime motivado por transfobia, Lee Harrison foi condenado a cinco anos de prisão.

Ainda segundo a reportagem, Harrison perseguia a vítima havia algum tempo. De acordo com o promotor Robert Sandford, o ataque nasceu do fato da vítima estar em processo de transição para a identidade de gênero que se reconhecia. Ele ainda relata que o criminoso chamava a vítima de “Steve” na rua e chegou a gritar para a mulher alguns dias antes do crime “eu vou te queimar”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Na noite do ataque, a vítima não estava em seu apartamento, mas a colega com que divide a casa vivenciou o ocorrido. Ela relata que Harrison tentou derramar gasolina pela caixa de correio antes de acendê-la, mas uma fechadura impediu a passagem do líquido e um vizinho o apagou antes que se espalhasse além da porta.

VEJA TAMBÉM:  Bispo afirma que Deus deu aos homens santos a capacidade de reconhecer gays pelo cheiro

“Não pude escapar, fiquei preso porque o fogo vinha da porta da frente e a fumaça subia as escadas. Eu realmente acreditava que estava prestes a morrer”, revela a colega.

Ao emitir a sentença, o juiz Graham Reeds declarou que “Essa foi uma ofensa agravada pela hostilidade em relação à identidade transgênero da vítima, que é uma característica agravante muito significativa”.