Na era do terraplanismo, virou moda desacreditar da ciência… O clérigo iraniano Aiatolá Abbas Tabrizian acusou a vacina contra a COVID-19 “torna as pessoas gays”. O religioso é conhecido por seus seguidores como o “pai da medicina Islã”

A afirmação, feita na última terça-feira(09), foi dada no Telegram do religioso, onde ele mantém mais de 210 mil seguidores. As informações são do Daily Mail.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Não chegue perto de quem tomou a vacina contra a Covid. Eles agora são homossexuais”, publicou Tabrizian na plataforma.

Religioso iraniano diz que vacina para COVID-19 "torna as pessoas gays"
Religioso iraniano diz que vacina para COVID-19 “torna as pessoas gays” (Foto: Reprodução)

Médicos, jornalistas e grandes personalidade se manifestaram duramente contra as declarações. O jornalista britânico Peter Tatchell rebateu, afirmando que o aiatolá “demoniza” tanto a vacina quanto à comunidade gay.

“Tabrizian combina ignorância científica com um apelo cruel à homofobia”, denunciou o jornalista.

No Irã, é proibida qualquer relação sexual fora de um casamento heterossexual. As penas preveem prisão, punição corporal ou execução.

VEJA TAMBÉM:  Senador anti-LGBT é flagrado em motel com garoto menor de idade