Um professor de Kentuchy, nos Estados Unidos, denunciou que foi demitido após se assumir bissexual pra ajudar uma aluna que pretendia cometer suicídio, conforme informou o Pink News.

Em abril de 2017, ele decidiu se assumir publicamente bissexual em seu Instagram – que era de conhecimento de seus alunos – antes mesmo de sua família saber de sua orientação sexual.

“Honestamente, nunca pretendi sair do armário. Eu sabia que era bi durante anos, mas, no que me dizia respeito, isso não era da conta de ninguém, só da minha”, disse ele.

Mas a decisão de se assumir publicamente veio após saber de uma aluna lésbica que tentou suicídio, como maneira de mostrar aos estudantes que tudo bem ser quem você é.

“Recebi o relato de uma garota que tentou se matar e só não conseguiu porque uma amiga recebeu a carta de suicídio escrita, correu pra lá e chamou a polícia pra salvá-la a tempo”, contou o professor.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Professor demitido após revelar que é bissexual.

O relato o fez refletir sobre sua própria condição: “Eu não pude deixar de me perguntar quantos alunos eu tive que estavam em uma situação semelhante àquela estudante; sentindo-se completamente sozinha e se aproximando dessa decisão irreversível”, disse ele.

E continuou: “Se ela soubesse muito antes sobre mim, seu professor, e se eu soubesse exatamente o que ela estava sentindo, será ela teria chegado a esse ponto?”, questionou ele à reportagem.

Três dias depois de seu post no Instagram se assumindo, e com toda escola já sabendo do fato (e maior parte dos alunos o apoiando), Breiner foi chamado à diretoria da escola e aconselhado a manter o assunto e sua sexualidade como algo particular.

“Inexplicavelmente”, algumas semanas depois ele foi informado de que seu contrato com a instituição de ensino não seria renovado. O motivo não foi esclarecido pela direção que apenas o dispensou. Ele agora abriu um processo por homofobia contra a escola e aguarda o julgamento.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).