Joseph Scott Pemberton, um fuzileiro naval da Marinha dos Estados Unidos, estava cumprindo pena de 10 anos pelo assassinato da mulher trans filipina Jennifer Laude. ocorrido em Outubro de 2014, recebeu perdão do Presidente das Filipinas.

Presidente das Filipinas perdoa fuzileiro naval dos EUA que estrangulou mulher trans até a morte
O fuzileiro naval americano Joseph Scott Pemberton foi perdoado pelo presidente das Filipinas | Foto: Reprodução/Pink News

Joseph, que estava em território filipino para um exercício de treinamento, alegou que a conheceu em um bar local e a levou de volta para um motel, e que agiu em “legítima defesa” ao estrangular Laude até a morte após descobrir que ela era transgênero.

De acordo com o portal Pink News, Pemberton, que lutava na justiça para ser libertado antecipadamente por bom comportamento, agora deve sair livre graças a um perdão presidencial de Rodrigo Duterte, presidente que tem um longo histórico anti-LGBTQIA +.