Mais uma triste estatística para o país que mais mata transexuais no mundo, o Brasil.

Natasha Ferreira Lobato, uma mulher trans que vivia em Francisco Morato, na Grande São Paulo, foi morta cruelmente dentro de sua própria casa.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Segundo informações do G1, ela trabalhava como garota de programa e a investigação acredita que ela possa ter sido morte por algum cliente.

Segundo uma amiga de Natasha, Valéria Rodrigues, muitas mulheres trans que trabalham com programa tem optado por receber clientes em casa nos tempos de coronavírus: “Devido à pandemia de coronavírus e a escassez de clientes nas ruas e com motéis fechados, algumas trans optaram por receber clientes em suas casas. É provável que o assassino seja um cliente”.

A polícia trabalha com a hipótese do falecimento ter acontecido pela perfuração de um objeto pontiagudo. Seu corpo foi encontrado coberto e com diversas fraturas, principalmente na cabeça.

VEJA TAMBÉM:  Ceará acrescenta novos campos em Boletins de Ocorrência para registrar crimes de LGBTfobia

Imagens de câmeras da segurança da região estão sendo analisadas para ajudar a polícia a chegar no assassino.

Ainda de acordo com a investigação, um celular e uma televisão foram furtados. O caso foi registrado como homicídio qualificado (por emprego de meio cruel) e furto. Segundo policiais, não havia sinais de arrombamento no imóvel.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).