O Ministro da Educação Milton Ribeiro declarou que sofre processo no Supremo Tribunal Federal (STF) por defender a bíblia.

Durante um culto evangélico, o ministro usou a pregação para se defender das acusações de homofobia. Ele disse que “não tem vergonha de pregar o evangelho.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:
Ministro homofóbico diz que responde inquérito por defender a bíblia
Ministro homofóbico diz que responde inquérito por defender a bíblia (Foto: Isac Nóbrega/PR)

“A Bíblia diz que chegaria um momento em que as pessoas confundiriam o certo e o errado. O inquérito que eu enfrento no STF tem a ver com isso, com algo que Jesus não teve receio de dizer que não é o caminho certo”, afirmou Ribeiro, conforme citado pela Folha de SP.

Em setembro, Milton Ribeiro afirmou ao jornal Estadão que a homossexualidade seria fruto de “famílias desajustadas”.

“Acho que o adolescente que muitas vezes opta por andar no caminho do homossexualismo (sic) tem um contexto familiar muito próximo, basta fazer uma pesquisa. São famílias desajustadas, algumas. Falta atenção do pai, falta atenção da mãe.”, defendeu o pastor.

VEJA TAMBÉM:  Gabriela Prioli surra ministro da Educação homofóbico em vídeo