Na cidade de Ribeirão Preto, Tatiana Ferreira Lozano, uma mãe acusada de matar com uma facada no pescoço seu próprio filho de 17 anos de idade, por homofobia, foi condenada a 25 anos de prisão pelo Tribunal do Júri da cidade.

Segundo informações do jornal Estado de São Paulo, além de ter assassinado o jovem com uma facada, a criminosa ainda colocou fogo em seu corpo logo em seguida.

A história ganhou repercussão nacional depois que Dario Rosa, tio da vítima, levantou a hipótese de que o homicídio tivesse relação com o fato de Itaberli ser gay, já que a mãe não aceitava a orientação sexual do filho e ambos viviam em constantes discussões por conta disso, informou o UOL.

O trágico acontecimento se deu no dia 29 de novembro de 2016 na cidade de Cravinhos, vizinha de Ribeirão Preto no interior de São Paulo. O corpo doa vítima foi encontrado pela polícia somente no dia 7 de janeiro carbonizado jogado em um canavial.

Taiana Lozano está presa desde janeiro deste ano na Penitenciária Feminina de Tremembé, SP — Foto: Ronaldo Gomes/EPTV
Taiana Lozano está presa desde janeiro deste ano na Penitenciária Feminina de Tremembé, SP — Foto: Ronaldo Gomes/EPTV

O júri também condenou Victor Roberto da Silva, 21, e Miller da Silva Barissa, 20, acusados de participarem do plano para matar o jovem, a 21 anos e oito meses de reclusão.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

As defesas de Victor e Miller informaram que também irão recorrer das sentenças proferidas.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).