A Justiça do Acre determinou o prazo de 5 dias para que um homem exclua mensagens, áudios e vídeos homofóbicos de um grupo no WhatsApp. Caso não obedeça a determinação, o homofóbico terá de para uma multa diária de R$ 300,00.

Segundo informações do G1, a decisão é da 2ª Vara Cível de Rio Branco e ainda cabe recurso.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O grupo onde as mensagens foram enviadas foi criado para a realiação de vendas online e possui cerca de 250 pessoas.

Justiça dá 5 dias para que homem exclua mensagens homofóbicas de grupo no WhatsApp
Justiça dá 5 dias para que homem exclua mensagens homofóbicas de grupo no WhatsApp (Foto: Reprodução / Pixabay)

No processo, a vítima relatou que o homofóbico postou uma foto com o placar de jogo de futebol. Como era um dos administradores do grupo, a vítima advertiu o homem, dizendo que os conteúdos postados deveriam se ater ao objetivo do grupo.

Segundo a Justiça, a partir daí, o homem passou a enviar figurinhas de gestos obscenos, mensagens ofensivas relacionadas à orientação sexual, e áudios também ofensivos.

VEJA TAMBÉM:  Política conservadora diz que casamento gay a faz querer vomitar

“Quem é esse gayzinho?” [trecho em que cita nomes] “Sei quem é esse viadinho (sic) não”. Depois, postou a figura de um veado e uma figurinha com gesto obsceno e os dizeres “queima ou não queima”. As mensagens continuam com termos “viado (sic) gay”, “esquerdista vagabundo”, “deixa de ser viado (sic)”, destaca um trecho da conversa.