A jovem transexual Juma Manauara foi espancada no terminal de ônibus de Campinas, interior de São Paulo. Ela um amigo voltavam de um bar, quando foram surpreendidos por 4 homens que passaram a ofende-los de forma homofóbica e transfóbica e depois a agrediram na face com uma barra de ferro.

A jovem trans denunciou a agressão em um post nas redes sociais. “Quatro homens  começaram a fazer piadas com a gente, chamando de viadinho, gayzinhos, expulsando a gente e impedindo a gente de entrar no terminal central, questionando porque a gente estava ali e fazendo piadas de teor homofóbico e transfóbico. Eu não consigo me lembrar exatamente o que aconteceu, pois logo em seguida fui espancada e atingida com uma barra de ferro no rosto e desmaiei”

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Juma Manauara (@jumanauara)

André, amigo de Juma, encontrou resistência por parte das pessoas ao tentar ajuda. Segundo a vítima, até mesmo um batalhão do Corpo de Bombeiros teria se recusado a ajudar. Ainda segundo a vítima, os agressores são seguranças de lojas próximas ao Terminal Central.

Juma relata que fez o boletim de ocorrências e um retrato falado, mas que os policiais disseram que não poderiam fazer nada. A jovem trans foi encaminhada ao pronto socorro municipal, onde levou 7 pontos no supercílio.

Solicitamos uma nota a Secretaria de Segurança Pública, mas até o final da publicação não obtivemos resposta.