Luiz Otávio Crisóstomo – estudante de jornalismo –  foi vítima de homofobia dentro de um ônibus na Zona Oeste de São Paulo quando estava a caminho do estágio.

O estudante contou ao portal UOL que estava sentado em um banco nos fundos do ônibus, junto com uma amiga, quando foi surpreendido por socos. Segundo o jovem, o homem que lhe atacou aparentava ter cerca de 30 anos e o atingiu nos olhos e na cabeça.

Minha amiga notou que ele jogou a mochila na nossa frente e ficou parado. Por um segundo, ela pensou que ele fosse nos assaltar. Eu nem tive tempo de perceber porque, na mesma hora, senti o soco na minha cabeça. Atingiu o meu nariz.”, afirmou Luiz Otávio.

Após o ataque homofóbico, o agressor começou a dizer que os gays são os responsáveis pela AIDS e que o universitário teria transmitido a doença para ele. O estagiário de jornalismo contou que sempre lia notícias sobre homofobia e pensava como agiria se fosse com ele. Pois bem, o jovem relatou que ficou sem reação e não fez nada.

 “Eu lia as notícias sobrehomofobia nos jornais e pensava como agiria se um dia acontecesse comigo. Masna hora fiquei sem reação, não consegui fazer nada.”, disse a vítima.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

No momento do ataque, nenhum dos passageiros ajudou Luiz Otávio,nem mesmo o motorista. Procurada pelo UOL, a SPTrans afirmou repudiar qualquer ação de discriminação. Também informou que abriu uma investigação interna para apurar o motivo pelo qual o motorista não interviu durante o episódio.

Maikon Stefan
Amante do teatro, tv e de Harry Potter, formado em Técnico em Administração e Bacharel em Ciência e Tecnologia (UNIFESP-SJC). Atualmente cursa Engenharia de Materiais (UNIFESP-SJC). Também foi Presidente da Empresa Júnior (Ectm Jr). "Me chama pra causar que eu vou".