Dois adolescentes foram presos por realizarem um ataque homofóbico cruel a dois gays, que eles disseram para “queimar no inferno” por simplesmente darem as mãos na rua.

David Bailey, 18, e Ashley Roberts, 19, viram o casal caminhando em direção à Estação Piccadilly, em Manchester na manhã de 3 de agosto.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Uma das vítimas havia acabado de trabalhar em um bar quando o parceiro chegou para buscá-lo e caminhavam juntos. Eles entraram em uma loja da Spar e saíram de mãos dadas, o que provocou a ira dos homofóbicos Bailey e Roberts.

Os adolescentes partiram pra cima deles e gritaram frases como “você queimará no inferno” e “é nojento”. Logo em seguida, pediram dinheiro para não matar os dois.

Quando eles se recusaram, Bailey e Roberts lançaram socos e chutes contra o casal. O Manchester Evening News informou que ferimentos leves foram infligidos e os óculos e o telefone celular de um deles foram danificados.

VEJA TAMBÉM:  Pepita, Urias, Linn da Quebrada e mais artistas trans desabafam sobre caso Marília Mendonça

Felizmente a polícia da Grande Manchester foi chamada e os dois adolescentes, ambos de Stoke-on-Trent, foram presos.

Falando no Tribunal da Comarca de Manchester, a juíza Suzanne Goddard QC disse: “Eles tinham o direito de andar como estavam, de mãos dadas. O comportamento dos agressores foi totalmente inaceitável.”

Defendendo Roberts, o advogado Paul Bryning disse que tinha 18 anos e era “jovem e imaturo” na época, e que o álcool era um fator. “Ele está horrorizado com o que fez. Ele é claramente alguém que não pensa quando bebe “, disse ele.

A defesa de Bailey, Harriet Tighe, disse que está arrependido por suas ações e que se absteve de álcool desde o incidente. O juiz disse que era uma “grande vergonha” que Bailey, que trabalhava em período integral, fizesse isso.

Bailey e Roberts se declararam culpados de duas acusações de tentativa de assalto. O Manchester Crown Court condenou o casal a 32 meses cada um na instituição de um jovem infrator.

VEJA TAMBÉM:  Brasil é o país que mais mata pessoas trans em todo o mundo
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).