Mais um caso absurdo. Um homofóbico de 52 anos foi preso, na zona rural de Elói Mendes, no Sul de Minas. Ele é acusado de estuprar uma adolescente por não concordar com a orientação sexual da vítima.

Segundo o Estado de Minas, o crime ocorreu no dia 31 de janeiro. O homem convidou a vítima para um tour de bicicleta pelas estradas rurais.

Homofóbico estupra adolescente lésbica "para corrigir orientação sexual"
Homofóbico estupra adolescente lésbica “para corrigir orientação sexual” (Foto: Reprodução / Pixabay)

Durante a pedalada, ele passou a questionar a vítima sobre sua orientação sexual. Enquanto praticava os abusos, ele proferiu uma série de ofensas de cunho homofóbico.

Devido ao estado emocional da vítima, a polícia precisou do auxílio de uma profissional especializada para colher o depoimento. O delegado Jorge Bruno Barbosa da Silva pediu a prisão temporária do suspeito.

“Ficou evidenciado que o homem havia praticado o estupro com a motivação de corrigir a vítima em razão de sua orientação sexual, e, ainda, que ele estaria assediando familiares para dissuadir a adolescente da ideia de levar o caso adiante na polícia.”

O criminoso foi preso em sua residência e indiciado pelo crime de estupro corretivo, que passou a integrar o Código Penal em 2018, com a promulgação da Lei 13.718.