Halle Berry, atriz conhecida por interpretar em “Mulher-Gato” e a Tempestade em “X-Men”, é atualmente mãe de dois filhos e está em isolamento com sua família, regularmente compartilhando seu dia a dia no Instagram. Infelizmente, uma de suas publicações recentes rendeu uma chuva de comentários preconceituosos contra o filho de seis anos.

A atriz postou um vídeo do filho, Maceo, andando pela casa usando um par de botas brancas de couro e salto alto. “Quarentena, dia 12”, escreveu ela embaixo do vídeo em que a criança aparecia alegremente brincando nas botas enormes.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

View this post on Instagram

#Quarantine Day 12 🥴

A post shared by Halle Berry (@halleberry) on

O entretenimento inofensivo de uma criança de apenas seis anos foi o suficiente para que surgissem diversos comentários homofóbicos no vídeo.

VEJA TAMBÉM:  Por adesivo de arco-íris no carro, homofóbico agride rapaz em drive through do Mc Donalds; assista

“Espero que seja a filha”, escreveu um deles, referindo-se à menina de 12 anos de Berry.

“Infelizmente é o filho dela …” outro respondeu.

Outras pessoas concordaram comentando: “Pare de agir como se isso fosse normal”, “Nada divertido nisso”, “Por favor, não deixe esse garoto pensar que está tudo bem”, “Meu filho nunca brincou de salto” e “A mãe está fazendo ele ser gay?”

Quando uma pessoa se referiu ao filho como “ela”, Berry deu a resposta mais simples possível: “Bem, é “ele” e ele está se divertindo”.

“Tentando lidar do melhor jeito que ele pode. O riso ajuda muito agora! É difícil para essas crianças agora. Vamos rir e ter compaixão”, escreveu a atriz.

VEJA TAMBÉM:  Folha de SP é acusada de homofobia pela maneira como anunciou novo secretário de Bolsonaro

Halle Barry raramente compartilha fotos de seus filhos nas redes sociais e sempre esconde o rosto quando o faz – e após a última publicação é possível saber o por quê.

“Só não quero expôr eles em toda a internet”, disse Berry ao Today em 2019. “Isso simplesmente não parece certo para mim. Eles vão fazer isso em breve. Essa será a vida deles quando crescerem, e eles escolherão quando isso deve começar.”