Um garoto de 15 anos foi agredido por uma gangue de adolescentes encapuzados do lado de fora de uma loja do McDonald’s, no que a polícia está tratando como um crime de ódio homofóbico.

Após o ataque, o garoto foi levado às pressas para o hospital e teve os ferimentos tratados, informou o Liverpool Echo.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Por volta das 21h, os adolescentes deram início a agressão, jogando garrafas de refrigerante contra a cabeça da vítima.

Testemunhas explicaram que a equipe de segurança estacionada em um supermercado local interveio para impedir que a violência aumentasse ainda mais.

O incidente ocorreu na Inglaterra, em Liverpool, cujas taxas de crimes com motivações homofóbicas dobraram nos últimos quatro anos.

Os investigadores estão averiguando imagens de vigilância para identificar os agressores, enquanto a família do garoto está “em pedaços”, com o estado do jovem.

VEJA TAMBÉM:  Número de LGBTs mortos em 2017 é o maior já registrado na história do Brasil

Embora nenhuma testemunha tenha notado insultos contra gays, os detetives declararam que estão tratando o ataque como um crime de ódio homofóbico.

Em uma declaração emitida ontem ao ECHO, o inspetor-chefe Craig Sumner, da polícia de Merseyside, disse: “Incidentes como esse não serão tolerados e eu gostaria de apelar para qualquer pessoa que estivesse na área em torno da estrada Huyton Hey na noite de sábado e viu alguma coisa para entrar em contato conosco”.

“Nossa obrigação é manter o direito de todas as nossas comunidades, fazendo nosso trabalbo com justiça, dignidade e respeito e, estreita colaboração. Continuaremos trabalhando para erradicar o crime de ódio de todas as formas”.

O incidente ocorre na Inglaterra e Wale enfrenta as altas taxas de crimes de ódio homofóbicos do país, mais que dobraram nos últimos quatro anos , segundo as estatísticas.

VEJA TAMBÉM:  Vídeo de garoto gay revidando homofóbico na escola supera 9 milhões de visualizações; assista