O filme “Dois Irmãos – Uma Jornada Fantástica” é a mais nova aventura produzida pelo estúdio da Pixar e Disney. Apresenta dois irmãos elfos adolescentes que embarcam em uma missão extraordinária para descobrir se ainda ainda existe magia pelo mundo. 

O filme causou polêmica em países conservadores por apresentar uma personagem LGBT+, a policial ciclope Specter. Em uma cena, ela comenta com os protagonistas, Ian e Barley, sobre comenta sobre sua relação homoafetiva.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Apesar de ser uma cena rápida, órgãos de censura da Rússia cortaram o momento do filme, que foi distribuído sem a existência personagem, informa o Cinema Blend. O país possui uma lei “anti-propaganda LGBT+” que proíbe a “publicidade” sobre a comunidade LGBT+.

De acordo com informações do Kinopoisk.ru, em um primeiro momento, a cena apenas mudaria na dublagem, com Specter trocando o “namorada” por “parceiro”, mas decidiram cortar a cena.

A Rússia também já cortou o personagem gay do filme “Vingadores: Ultimato” e o beijo gay no final da obra de  “Star Wars: A Ascensão Skywalker”. Além desses, outra famosa censura realizada pelo país foi o corte de cinco minutos de cenas que exploravam a homossexualidade de Elton John em “Rocketman”.

“Dois Irmãos – Uma Jornada Fantástica” ainda foi banido das salas de cinema dos países Kuwait, Omã, Qatar e Arábia Saudita.