Um casal de lésbicas teria sido hostilizado e ofendido pelo dono do hotel onde estavam hospedadas em Newcastle, Edimburgo.

Nicole Calder e Lauren Inglis estavam em uma viagem à cidade no nordeste da Inglaterra para celebrar o aniversário de Calder com dois amigos.

O casal ficou no Clifton Mount Hotel, e alega que foi submetido a insultos homofóbicos por outros hospedes quando voltaram ao seu quarto nas primeiras horas da manhã de sábado, relata o jornal Sun Scottish. Elas então fizeram uma reclamação por email à gerência do hotel.

No entanto, o proprietário Andy Singh respondeu, rejeitando as alegações do casal como sendo “mentiras”, escrevendo: “A maior parte do que você está dizendo não é verdade”.

Clifton Mount Hotel em Newcastle

Em um e-mail posterior, Singh acrescentou: “Você não está apto a ficar em um hotel e pessoas como você! Deviam ser colocadas em uma gaiola com o resto dos animais silvestres”.

Em entrevista para o Sun Scottish, Calder, um motorista de táxi, disse: “Eu não podia acreditar quando ele disse: ‘pessoas como você deveriam ser colocadas em uma jaula’. Foi realmente perturbador. Como as pessoas ainda podem pensar assim? “Ele diss: ‘as pessoas gostam de você?’. Era claramente homofóbico, ninguém poderia dizer o contrário”.

Singh entretanto negou que sua resposta foi homofóbica. “Sob nenhuma circunstância eu tenho algo contra os gays, isso é simplesmente uma desculpa para um reembolso. Sou contra os mentirosos que ela claramente é e eu tenho a CCTV para provar que tudo que estou dizendo é verdade”, disse ele ao jornal.

Singh também afirmou que o casal era abusivo: “O membro da equipe explicou a Nicole e ao grupo que era um mal-entendido e que eles não deveriam estar se sentindo desconfortáveis. Na manhã de sua saída do hotel, a hospede bateu a chave no balcão e foi muito rude e eu fiquei com [meus] e-mails.”

A reportagem do portal PinkNews entrou em contato com os envovidos para comentar o ocorrido mas ainda não teve resposta

Assista também: