Depois de ser acusada de racismo e homofobia, agora a ex-jogadora de voileibol, Ana Paula Henkel, está sendo chamada de transfóbica e novamente homofóbica. Que combo!

Parece que a denúncia de homofobia do assessor Alexandre Alvim, que chegou a registrar Boletim de Ocorrência e estuda processá-la, motivou outras vítimas de xingamentos preconceituosos da ex-atleta a se manifestarem na Internet.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

O produtor Cultural Ian Sena também foi xingado de maneira preconceituosa pela ex-jogadora. “Passei pela mesma situação com a Ana Paula Henkel em um story dela que criticava o Ministro Alexandre de Morais, do STF. Só comentei que Queiroz estava preso e ela me respondeu simplesmente me chamando de ‘Viado feio’ e ‘Brega'”, disse Ian. Veja abaixo os prints de Ian Sena:

Outra que foi vítima dos preconceitos de Ana Paula foi a estilista Callicore, também alvo por conta de considerações que fez a posicionamentos políticos públicos da ex-atleta, que pelo visto sabe que vive em uma democracia da mesma forma que não sabe diferenciar opinião de discurso de ódio e preconceito.

VEJA TAMBÉM:  Netflix responde mãe que reclamou de beijo lésbico em animação vista pelo filho

Com toda sua maturidade e equilíbrio, Ana Paula respondeu a crítica política de Callicore da seguinte forma: “Minha filha, tem espelho na sua casa? Hahahahah você parece um travesti! Olha seu cabelo, sua roupa! Seu corpo! Olha você! Puta que pariu! Você é feia demais! Hahaha”. Veja o print abaixo:


Em sua mensagem, Ana Paula conseguiu não apenas cometer crime de injúria, mas também de LGBTfobia ao usar travesti como se fosse ofensa e ainda no gênero errado.

À Ana Paula, Callicore se limitou a responder: “Obrigada! Melhor feia do que envergonhar uma nação. Sendo uma fascista de genocida contra a democracia. Sentiu o nível da diferença, uma feiura vem de fora, a outra está entranhada na sua falta de caráter”.

Já é a terceira denúncia de ofensas criminosas de Ana Paula, se utilizando minorias como xingamento ou demérito. Que horror! Mais alguém aí que foi ofendido por ela?

VEJA TAMBÉM:  CEO da Disney é confrontado por LGBTfóbica em reunião de acionistas
Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).