Um pastor dos Estados Unidos afirmou que o casamento gay é o grande culpado pela pandemia do coronavírus. Segundo ele, a COVID-19 é uma resposta divina e “acerto de contas” a igualdade matrimonial para pessoas do mesmo sexo e o aborto.

Segundo a Right Wing Watch, Stone, que prega em uma igreja em Cleveland no Estado de Tennessee, disse: “Se este é um momento de acerto de contas, e eu sei que é, eu sei o que ouvi, não inventei isso. Eu ouvi audivelmente a frase, uma voz masculina falando, e acredito que era o Espírito Santo”.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Ele acrescenta o questionamento de “por que há um acerto de contas? Porque, por lei, forçamos Deus a sair de nosso país e basicamente lhe disse: ‘Em lugares públicos, você não é bem-vindo.’ Você não é bem-vindo em nossas escolas, então nossas escolas estão encerradas”.

“Há um acerto de contas porque os tribunais da terra aprovaram uma lei para tirar a vida de uma criança, e que o casamento, como sabemos, se transformou em algo que nunca conhecemos”, afirma.

Até os últimos dados atualizados em 22 de março, o coronavírus já matou 417 pessoas e infectou 33.272 no Estados Unidos. No mundo, esse número cresce para 14.632 mortes 335.955 infecções. Alguns dos países mais afetados pelo vírus, como a China, Itália e Irã, não legalizaram o casamento entre pessoas da comunidade LGBT+.