Kelly Roberts e Mallory Arthur vivem em Ontário, Canadá, ficaram noivas em janeiro e estavam planejando o casamento desde então. Para a surpresa do casal, a cinegrafista que iria ser contratada para gravar a cerimônia se recusou ao serviço por elas serem um casal lésbico.

“Digo isso com muito cuidado, porque sei que a união é incrivelmente importante para vocês, mas não filmamos casamentos homossexuais”, escreveu Cara Hamstra, da “Caramount Pictures”, conforme mostrava a captura de tela divulgada pelo casal.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“Desejando a você boa saúde e paz durante esses momentos estressantes da COVID”, afirmou a mensagem.

Em entrevista ao The Star, Kelly expressou sua indignação: “O fato de ela nem tentar mascarar isso por escrito mostra como é normal que tenha esse pensamento.”

VEJA TAMBÉM:  Bolsonaro é condenado a pagar R$ 150 mil por declarações contra gays

Desde que Roberts compartilhou a conversa com a cinegrafista, várias pessoas foram aos perfis do Facebook e do Google da “Caramount Pictures” para deixar suas críticas e avaliações negativas. No Facebook, a empresa teve as estrelas reduzidas a uma. Após a repercussão, a “Caramount Pictures” excluiu os perfis nas redes e o site se tornou inativo.

Esta não foi a primeira situação de discriminação enfrentada pelo casal no planejamento do casamento. As duas já haviam tido outro momento inconveniente quando um oficial de Ontário se recusou a realizar a cerimônia devido às crenças religiosas.

“Desde que tivemos essa experiência, principalmente quando entramos em contato alguém, tento deixar claro que são duas noivas se casando apenas porque isso já foi uma situação desconfortável antes”, contou Kelly.

VEJA TAMBÉM:  Casal de lésbicas é atacado por grupo de homens em ônibus de Londres

“O fato de eu precisar me ‘assumir’ para todos os fornecedores só porque não quero enfrentar esse problema é triste.”

Nas redes sociais, o casal agradeceu ao público pelo apoio massivo que receberam. “A manifestação de apoio de todos veio da maneira mais bonita. Foi incrível ver recomendações de tantas empresas LGBTQ+ e aliadas. Graças as dicas, conseguimos encontrar um cinegrafista para filmar nosso grande dia”, escreveram.

O casal pretende ainda compilar uma lista de empresas LGBT+ para ajudar outros casais como elas no futuro. “Eu gostaria que pudéssemos convidar todo vocês para comemorar conosco.”