O jovem Kent Mendez, que vive em Nanuet, Nova York, escreveu uma carta emocionante aos seus pais, que não o aceitaram após ele revelar ser gay.

Ele postou em seu Twitter uma foto do escrito, e o post, como era de se esperar, viralizou na rede com mais de 51 mil likes, emocionando a muitos internautas.

Kent deixou sua casa no último domingo de manhã (7), deixando a carta de despedida e o quarto onde viveu a vida toda, além de seu cachorro. Em suas palavras, ele explica aos pais que sua decisão era difícil, mas não havia outra escolha.

“Não houve um dia em que não tenha chorado ou lutado para encontrar energia para sair da cama. Eu me sinto preso e manipulado toda vez que saio do meu quarto”, escreveu ele.

E continuou: “Me levou a vida toda até eu chegar onde estou, finalmente confiante e feliz, sendo eu mesmo. E me quebra o coração saber que duas pessoas que me apoiaram a vida toda não aceitam quem eu sou.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Me recuso a viver uma mentira por vocês ou qualquer pessoa. Vocês sempre foram meus pais e sempre serei o filho de vocês. Espero que se algum dia a gente volte a se olhar nos olhos, mas por hora, preciso me curar, e isso significa deixá-los. Por favor, não tentem entrar em contato comigo.”

Ele concluiu sua carta lembrando a estatística de que LGBTs rejeitados pela família tem 8 vezes mais chances de cometer suicídio.

“Estou indo embora e me recuso a ser outra estatística. Só me procurem quando estiverem prontos a me aceitar”, escreveu.

Falando ao Gay Star News, Kent disse que foi um telefonema que mudou tudo na sua vida. “Eu estava no telefone com um amigo e sua mãe no sábado a noite no momento que percebi que eu merecia mais. Me sentia me afogando. Eles tentavam fazer eu me sentir envergonhado ou errado quanto a minha sexualidade. Isso quase funcionou infelizmente. Decidi escrever a carta porque todas as vezes que tentava conversar com eles, percebia que não me ouviam. Na carta, tentei me defender e explicar quem eu sou. Foi difícil escrever porque senti que poderiam ser as últimas coisas que eu diria pra eles na vida”, revelou o rapaz.

Em seu Instagram, ele também compartilhou sua história e felizmente, ao menos dos seguidores, conseguiu algum apoio:

Hoje ele está dividindo apartamento com um amigo e montou uma vaquinha online para ajudá-lo com custos de sua educação. Ele escreveu na página: “Por mais que eu não consiga bancar a sonhada faculdade de aviação, pretendo pelo menos finalizar o ensino médio para conseguir algum emprego”.

Ele já conseguiu até agora, 2 mil dólares, dos 8 mil necessários para garantir sua educação e agradeceu a todos que o ajudaram. Se puder, ajude-o aqui.

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 100 milhões de visualizações e 800 mil inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).