Segundo dossiê divulgado pela Associação Nacional das Travestis e Transexuais (Antra) nesta sexta-feira (29), o Brasil lidera o ranking de assassinatos a pessoas trans em todo o mundo.

Ainda segundo o levantamento, foram 184 assassinatos de pessoas transgênero em 2020. As informações foram obtidas pela CNN Brasil.

Brasil lidera ranking mundial de assassinatos de pessoas trans
Brasil lidera ranking mundial de assassinatos de pessoas trans (Foto: Pixabay)

São Paulo foi o estado com o maior número de assassinatos seguido por Ceará, Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro (que registrou um aumento de 43% em relação a 2019).

Bruna Benevides, secretária de articulação política da Antra, entende que esse cenário é reflexo da omissão do governo.

“Até o momento, não houve ações específicas para enfrentar essa violência, o que nos faz acreditar que seria uma falsa simetria afirmar uma diminuição de violência de forma “espontânea” e sem investimento material, pessoal ou institucional do Estado em uma política de enfrentamento do transfeminicídio”,

O relatório trouxe também um apontamento sobre a realidade da população transgênero durante a pandemia. Cerca de 70% dos trans no Brasil não tiveram acesso as políticas emergências do Estado.

O documento foi encaminhado à Organização das Nações Unidas.