Mark Steyn, um radialista pró-Trump, participou como apresentador convidado do “The Rush Limbaugh Show” e não perdeu tempo em atacar as pessoas LGBT+ e colocar na comunidade a culpa pelo coronavírus.

Fazendo referência a medidas para prevenir o coronavírus em São Francisco, o apresentador de rádio fez uma tentativa descarada e infundada de culpar a cena LGBT+ da cidade pela pandemia.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

Segundo informações do Media Matters, Steyn disse: “São Francisco acabou de ordenar que todos se ficassem em casa. Por que São Francisco ta fazendo isso? Porque eles têm todos os gays lá… é uma grande cidade gay, e são eles que têm todos os sistemas imunológicos comprometidos de todos os inibidores de saúde e todas as outras coisas”.

Steyn acrescentou: “Se todos caíssem mortos sob a vigilância do prefeito de São Francisco, se houvesse um grande apocalipse gay, você sabe, do jeito que as coisas estão acontecendo agora, seria Trump o responsabilizado por isso de qualquer maneira…. seria sua ‘homofobia’ que teria derrubado todas essas pessoas em São Francisco”.

VEJA TAMBÉM:  Diva consciente, Pabllo dá esporro em gays fazendo festinhas na quarentena; assista

O coronavírus é uma pandemia global que impactou cidades em todo o mundo e que teve origem na China – um país que não é exatamente conhecido por seu caloroso abraço à comunidade LGBT+. De acordo com informações do El País, até 17 de março o EUA registra 6.421 casos e 108 mortes. No mundo, são 197.146 casos e 7.905 mortes. Já no Brasil, são 341 casos e uma morte.

Matéria feita com informações do site PinkNews.