Um adolescente chamado Trevor Wilkinson, de 17 anos, acabou sendo suspenso de sua escola, a Clyde High School, no Texas (EUA). O motivo? Ele compareceu à escola usando esmalte de unhas.

“Tomei uma suspensão só por ter minhas unhas pintadas”, escreveu ele em uma petição online onde pede apoio para “permitirem que os homens usem esmalte”, publicada há uma semana.

VÍDEO NOVO DO PÕE NA RODA:

“E me falaram na escola que continuarei suspenso até retirar o esmalte! Por que meninas tem esse direito e eu não?”. A petição online já recebeu mais de 62.000 assinaturas digitais desde 3 de dezembro.

“Tenho feito isso para expressar quem sou”, disse Wilkinson ao USA Today. “Gente de mente fechada quer me podar, mas eu amo minhas unhas. Eu acho que eles são tão legais! Definitivamente, uso assim pra me expressar e sinto que todos deveriam ter essa liberdade de expressão”.

Aluno acaba suspenso simplesmente por pintar as unhas. (Foto: Reprodução / Twitter)
Aluno acaba suspenso simplesmente por pintar as unhas. (Foto: Reprodução / Twitter)

Sobre o caso, o superintendente Distrital Kenny Berry divulgou um comunicado às escolas da região se limitando a dizer o seguinte:

VEJA TAMBÉM:  Banheiro unissex já é realidade em universidades brasileiras

“O distrito conduz uma revisão diligente e cuidadosa do código de vestimenta anualmente”, escreveram eles. “Esse processo de revisão resulta no desenvolvimento de um código de vestimenta final que é consistentemente implementado e aplicado durante o próximo ano letivo. Dúvidas ou preocupações com o código de vestimenta são analisadas individualmente, e o distrito não pode compartilhar nenhuma informação sobre o aluno específico. O distrito agradece o feedback e contribuições sobre este assunto recebidos de membros da comunidade e levará isso em consideração quando conduzir sua revisão anual no final deste ano letivo.”

Apesar do apoio recebido pela Internet, de acordo com as diretrizes atuais, Wilkinson permanecerá suspenso até que retire o esmalte das unhas, ou poderá apenas comparecer às aulas online.

Em seu Twitter, ele postou um vídeo agradecendo o apoio de todos:

Avatar
Criador Põe na Roda, canal do youtube de humor e informação LGBT desde 2014, com mais de 150 milhões de visualizações e 1 milhão de inscritos. Autor do livro "Um Livro Pra Ser Entendido", que desmistifica questões do mundo gay e sobre ser LGBT para todos os públicos. Também foi roteirista de TV (Amor & Sexo, Adnight, CQC, Furo MTV) e colunista (Folha de S. Paulo).